Mori

Posted on fevereiro 1, 2008

0


Ontem, quinta-feira, depois de recuperar um pouquinho as energias pós-uruguay, fomos, eu e Mari Minnie nos encontrar com Calixto.

A vontade era de sushi, dos bons, mesmo que meio caro – depois de ficar 10 dias comendo chivitos e biscoito com requeijão e já ter matado a vontade de uma comidinha caseira.

A gente já tinha tentado ir no Mori Sushi (Rua da Consolação, 3610) mas tava fechado no fim do ano, então fizemos uma nova tentativa e deu certo. O problema é que eu tinha esquecido que era quinta-feira e já passava das 21h. Resultado: Espera. Lá fica cheio mesmo porque é bem badaladinho e fica no meio dos Jardins. Tudo bem porque dá pra ficar sentado tomando alguma coisa até conseguir uma mesa.

Bom, a comida eu já conhecia, muito boa qualidade. Mas se você é daqueles que gosta de comida bem tradicional, até vai encontrar, mas o forte é um variação contemporânea bem adaptada ao baladar tupiniquim com muito salmão, cream cheese, hot roll e molho tarê.

Rodizio são duas opções. O do chef vem só os quentes, alguns nada orientais como o queijo de coalho grelhado com mel. Tem também um variação do harumaki (rolinho primavera) mas com salmão e cream cheese, lula com shimejii, peixe prego grelhado com um molho bem bom, e um salmão recheado com cream cheese shimejii e flambado (chega na mesa com fogo ainda). A outra opção é o rodízio de sushi mesmo. Além de sushis, sashimis e temakis inclui missoshiro, anchova grelhada, tempura de legumes, shimejii (não lembro que mais, ainda não to muito pró).


Rodízio do chef: opções quentes

O preço não é dos mais convidativos mas bem justo se você considerar localização e qualidade. Cada rodízio custa R$ 45,oo e geralmente se pede pelo menos um de cada para comer de tudo. Só não vale se você tiver sozinho, aí fica meio caro. Se comer no balcão o rodízio de sushi sai por R$ 48,00.


Sushis diferentes: muito cream cheese e tarê

O cardápio é bem variado e tem outras opções que não estão no rodízio e são muito boas. Eles tem boas cervejas, inclusive japonesas, e uma carta de saquês bem composta.

Algumas observações: você deve pedir tudo o que quer do rodízio para que eles montem os pratos, evita desperdício. Sashimi é livre o que é um ponto positivo já que muitos rodízios “regulam” em número de fatias.

O serviço é muito atencioso, mas ontem foi falho em diversos momentos. Algumas coisas que pedimos não chegavam nunca e tivemos que pedir umas 3 vezes e quando chegou eu nem lembrava mais. Aparentemente os itens que mais saem do rodízio estão com o esquema bem certinho, mas outros como o missoshiro e a anchova grelhada quase não vieram.

Já sou assídua e recomendo o restaurante se você procura badalaçãozinha, comida de qualidade, em abundância e se você gosta muito de salmão e cream cheese ( eu pessoalmente, sou mais do atum!) e estiver disposto a pagar por isso. Ah, o estacionamento é 9,50 e pode ser cobrado diretamente na conta.

Assim que der começo a contar histórias Uruguayas! Ai ai!!!

Pronto, acabou!

Anúncios
Posted in: Comidinhas, Sampa