Pamonhada

Posted on fevereiro 18, 2008

2


Aí no último sábado eu não tinha muito o que fazer então fui com meus pais a um sítio em Guararema para um Pamonhada que um amigos estava dando. Meu pai estava crente de que chegaríamos lá para comer. Mas o anfitrião tinha outros planos para os convidados. Sim, pela integração todos iam juntos fazer: pamonha!!!

Cascão, anfitrião, muito simpático é goiano e queria fazer pamonha como em sua terra Natal. E lá se foram umas 300 espigas de milho, colhidas no próprios sítio, serem descascadas.

Quando chegamos o processo já estava em andamento. Era umas quatro da tarde. Vamos ao passo-a-passo. Depois de retirar a palha (sabe, aquela parte verde) e os fiapinhos o milho é passado no ralador. Esse bem específico.

 Retira-se toda a polpa e depois com uma colher raspa-se a espiga até deixar só o sabugo. O resultado é esse aí.

Depois essa massa é peneirada deixando a massa mais lisa.

Essa massa tem que ser “coagulada” e para isso adiciona-se gordura quente. Na receita em questão adicionaram 1 L de óleo de canola e 600g de manteiga (produzida no local – produção orgânica). Quando a mistura está bem quente, adiciona-se ao milho que tem quer dar uma borbulhadinha.

Mistura-se bem. A seguir, a palha do milho que havia sido retirada deve ser separada ficando as maiores para serem”recheadas”.

Deve-se formar um copinho dobrando as três pontas da palha em triângulo. Tá a explicação não tá boa, mas é o que tem! A seguir, encher o “copinho” com a mistura e colocar algum recheio junto, nesse dia utilizamos queijo fresco, linguiça e linguiça com pimenta. Então utiliza-se outra palha para cobrir encaixando a mesma dobra do copinho, só que no sentido contrário, amarrando então com barbante. Para diferenciar os recheios, utilizamos marcações como um pedaço de palha.

A seguir, as pamonhas serão cozidas em água fervente e o ponto para retirar é quando a palha ficar amarelinha. Leva entra 40 minutos e uma hora, foram quase 200 no total.

Também pode ser feita a versão doce na qual adicionam-se açúcar e canela na mistura e pode-se rechear com queijo fresco, por exemplo.

 Esse é o ponto, viu como ficou mais amarelinho que antes???

Fica assim! Essa é doce!

Ainda com a sobra do milho peneirado pode-se fazer o que eu mais gosto: cural! só adicionar leite ao que sobrou do milho, coar ou espremer em um pano, adicionar açúcar ao líquido e levar ao fogo até engrossar. Não sei a proporção mas eu tentaria mesmo assim. Depois é só colocar numa forma e colocar canela. Eu nem esperaria esfriar!!!

Ah, importante, não vale usar milho de latinha, por favor!

Foi um dia super divertido, o produção ficou pronta oito da noite e estava muito boa!

Pronto, acabou!

Anúncios
Marcado:
Posted in: Receitinhas