Punta del Este

Posted on fevereiro 18, 2008

0


Pegamos nossas coisas no hostel e seguimos mais uma vez para Tres Cruces para pegar ônibus para Punta del Este. Sentamos num bar e fomos ao supermercado antes de tomar de viajar. Pegamos a mesma companhia que vai para Colonia, a COT, às 18:15. A passagem saiu por 138 pesos.

Pegamos o primeiro congestionamento da viagem chegando en Maldonado que é antes de Punta. Tem um sinal na entrada da cidade que complica um pouco. Aliás quase descemos em Maldonado pois foi a hora que o ônibus parou. Só não fomos porque o motorista gritou: Maldonado! Dez minutos depois estávamos em Punta del Este. A rodoviária fica bem em frente aquela mão que sai da areia (aliás não deu tempo de tirar foto lá).

Punta é interessante. A arquitetura das casas lembra um pouco Campos do Jordão, parecem casas de campo. Existem muitos prédios também em toda orla e muitos em construção. Tudo muito limpo e organizado. Dá pra ver que as pessoas lá tem dinheiro. Existem muitas lojas de marca e algumas até que compensam em relação ao Brasil.

O que nos tinha dito é que o esquema era acordar tarde, ir para praia, voltar dar uma dormidinha e sair a noite. Lá eles saem a partir das duas da manhã.

Descendo do ônibus, bem ao lado tinha uma outro com placa para La Barra, bairro onde ficava o hostel que iríamos.  Nos despedimos de Mary e Avaré que iam para outro albergue. Tínhamos que descer na parada 40 e pegar a rua 9. Estradinha de terra pra chegar no albegue La Barra Backpacker. Meio longe pra ir a pé carregando malas. Na entrada tem um laguinho e no vizinho umas vacas. Chegando lá encontramos Ciça, Laura, Mayra, Juliana e o pessoal da Receita que estava viajando com elas.


Caminho para o albergue

La Barra fica meio longe do centro mas dá pra circular de ônibus. Tem algumas baladinhas que ficam perto do hostel e da pra ir a pé, mas no geral são para pessoas mais novas tipo 17 anos.

O hostel era bem legal. Vários quartos com quatro beliches cada e oito lockers. Banheiros feminino e masculino, bem limpos.  A diária também inclui lençóis e café da manhã das 11h às 12h (que eu não vi nenhum dia ). No fundo tem piscina, churrasqueira e campo de futebol. O staff também bem simpático e atencioso. Diego, um dos recepcionistas falava um bom português e era bastante tranquilo. E os moços que faziam limpeza eram super eficientes. A diária saiu por 21 dólares.

Em Punta as coisas são mais caras mesmo, mas o que não vale muito a pena lá é taxi, que eu achei caro demais. As meninas alugaram carro para o fim de semana e me pareceu um bom negócio pois no fim saiu40 dólares para cada mais 10 reais de gasolina (acabamos entrando na divisão também).

Na primeira noite, ficamos por lá mesmo, estávamos todas muito cansadas.

Pronto, acabou!

Anúncios
Marcado:
Posted in: Lugares, Uruguay