João Donato e a nova geração da MPB

Posted on julho 11, 2008

3


Fomos juntos, eu e Calixto de casa até o Ibirapuera. Eu tinha preparado as comidas. Dois vinhos (branco e rosé), queijos gouda e estepe, patês, torradas e damasco. Comprei umas porcarias tipo amendoim, salgadinhos e biscoitos recheados. Eu tinha já tinha deixado os vinhos gelando  – Clube de Sommeliers do Pão de Açucar, produzidos pela Miolo a R$11 (promoção). Tá, não são os melhores do mundo mas enfim …
PicNic

PicNic

Chegando lá, já estava bem cheio e sentamos mais pro fundo, embaixo de uma árvore. dava pra ver só um pedacinho do palco sentados, mas a gente queria ouvir mesmo. O show marcava a comemoração de 50 anos da Bossa Nova e além de João Donato ao piano, se apresentaram Bebel Gilberto, Adriana Calcanhoto, Fernanda Takai, Roberta Sá, Marcelo Camelo e Marcelo D2.

Visão em pé

Visão em pé

Depois mudamos para o meio da galera que estava quase toda sentada. Impressionante, dava para ver o palco sem levantar. Sim estava longe, faltaram uns telões, mas estava ótimo.

Minha visão sentada, sem zoom, mais tarde ...

Minha visão sentada, sem zoom, mais tarde ...

A temperatura estava agradável, foi escurecendo e esfriando durante o show. Foi diferente! Geralmente em shows assim espera-se muito tumulto, mas não. As pessoas estavam bem tranquilas, educadas. E eram muitos jovens. A atmosfera no geral estava muito boa.

Marcelo Camelo (graças ao super zoom)

Marcelo Camelo (graças ao super zoom)

Marcelo Camelo, João Donata e Roberta Sá

Marcelo Camelo, João Donato e Roberta Sá

Bebel Gilberto, D2, Adriana Calcanhoto e Roberta Sá

Bebel Gilberto, D2, Adriana Calcanhoto e Roberta Sá

O show terminou e aos poucos a galera foi dispersando. Aí bem perto da gente, uns meninos, com zabumba e triângulo começaram a tocar uns forrózinhos. Como se a festa estivesse continuando. Isso nos fez ficar mais um tempo por lá.

Dispersão

Dispersão

Foi super divertido! Pelo menos para mim. As pessoas considerariam um programa meio mais ou menos, mas isso sempre me faz lembrar o Caio que diz “É VOCÊ quem faz a balada!”. E no fim das contas, é isso mesmo.

Depois voltamos um trecho a pé e cruzamos a 23 de maio (sem trânsito). Acho que as meninas se divertiram mais que eu, considerando o teor alcóolico. Depois de três garrafas de vinho elas ainda ficaram na cerveja. Ô, juventude! Ah, e voltamos a pé por causa da lei!!

23 de maio - faltou o trânsito!

23 de maio - faltou o trânsito!

Pronto, acabou!

Anúncios
Posted in: Lugares, Sampa, Show